Pintando o Sete

Não existe time grande em Mato Grosso do Sul. Não mais. Existem times com tradição, quase sempre traduzida em títulos, e times em busca dos feitos que construirão sua história. O Sete de Setembro, de Dourados, se encaixa neste segundo perfil, mas ousa rasurar a linha que o separa do primeiro.

Em 2016, ano de seu primeiro título estadual, o Sete se tornou o primeiro time sul-mato-grossense a avançar para a segunda fase do Campeonato Brasileiro Série D – após oito edições do torneio. Caiu no estágio seguinte, diante do Fluminense de Feira-BA.

Ontem, quarta-feira (8), quiseram os deuses do futebol que, em sua primeira participação, o SETE protagonizasse a SÉTIMA classificação de um sul-mato-grossense a segunda fase da Copa do Brasil – em sua 29ª edição. Quiseram os deuses, mas quis também o zagueiro Juan, autor do gol da vitória pelo placar mínimo sobre o River-PI, diante de 2,5 mil torcedores no Douradão.

juan-sete-gazeta-ms

Zagueiro Juan, autor do gol sobre o River-PI (Foto: Gazeta MS)

Em 17 confrontos nesta noite de estreia da Copa, o Sete e mais seis equipes mandantes, ou seja, times piores ranqueados que seus adversários, avançaram. Fosse no ano passado, o clube douradense precisaria jogar o duelo de volta no Piauí e a chance de passar de fase diminuiria.

O Sete agora encara o Sport, novamente em jogo único, com mando de campo a ser sorteado. Independente do local, a pressão recai sobre os recifenses, obrigados a provar porque estão na Série A.

No próximo domingo (12), o Sete volta a campo para tentar outro feito inédito para times do Estado: resistir ao primeiro confronto pela Copa Verde. Depois de beliscar um empate em 1 a 1 no Douradão, o Ceilândia-DF que se cuide no Estádio Abadião. O pequeno sul-mato-grossense rompedor de escritas está louquinho para aprontar novamente.

Quando MS sobreviveu a primeira fase da Copa do Brasil

Sete de Dourados – 2017
Naviraiense – 2013
Misto – 2009
Cene – 2006
Cene – 2004
Comercial – 1994
Operário – 1990

* Em 1996, o Operário começou a Copa do Brasil já na segunda fase

OBS: o Retranca está de endereço novo; mais curto e mais fácil.
Agora é www.retranca.blog. Obrigado pela leitura!